painel
PAINEL DO CLIENTE
SUPORTE:
0800 16 0066
Contato ENTRE EM CONTATO
Facebook Icon Twitter Icon Linkedin Icon Google Icon Youtube Icon

A EMPRESA

Com dez anos de atuação no mercado, a Digitalcomm tem no DCLOGG, software de processamento de pagamento de fretes e pedágios, uma de suas três principais linhas de negócio. Oferecida em nuvem, a solução era hospedada em diferentes nuvens a cada novo cliente conquistado. Com o crescimento no volume de clientes, a companhia optou por consolidar suas operações em uma única nuvem, padronizando os contratos e simplificando seu gerenciamento.

O Desafio

  • Consolidar as ofertas e operações da Digitalcomm em uma única nuvem;
  • Simplificar o gerenciamento de contratos;
  • Aprimorar o gerenciamento das ofertas e das demandas dos clientes;
  • Reduzir a dependência dos fornecedores, ampliando o autosserviço.

Solução

Depois de muitos estudos a escolha da plataforma OpenStack, do UOL DIVEO com tecnologia Intel®, foi natural. A solução oferece um amplo conjunto de funcionalidades e versatilidade de forma mais rápida e eficiente, permitindo que a Digitalcomm possa configurar sua nuvem dinamicamente e orientada a software, seja sob o ponto de vista de processamento, storage ou rede. Estes fatores, juntamente com o fato do UOL DIVEO ser uma empresa 100% nacional e com atendimento local, foram fundamentais para a escolha.

Impacto

  • Consolidação de todas as operações de clientes em apenas uma nuvem;
  • Centralização de múltiplos contratos com diversos fornecedores em apenas um;
  • Ampliação das possibilidades de gerenciamento para além do desempenho dos servidores;
  • Possibilidade de relacionamento pessoal com o fornecedor;
  • Fim das paradas programadas para atualização de ambientes.

Buscando as melhores soluções para o atendimento das demandas de negócio de seus clientes

Fundada em 2007, a Digitalcomm nasceu com o objetivo de desenvolver soluções de tecnologia e prestar serviços de consultoria de TI ao mercado corporativo. Ao longo de uma década de operação, a empresa tornou-se referência em suas três principais linhas de negócio: soluções SAP, soluções CA Technologies e soluções para o mercado de transportes e logística.

Neste último pilar, a Digitalcomm ganhou o mercado com uma solução desenvolvida internamente e voltada para o processamento de pagamentos de frete e pedágios, o DCLOGG. “Com este produto, atendemos 9 das 10 maiores contratantes de frete do mercado nacional e movimentamos mensalmente mais de R$ 100 milhões em pagamentos de pedágio”, revela Rodrigo Barbosa, fundador da Digitalcomm.

O executivo lembra que O DCLOGG foi inicialmente desenvolvido para ser implementado on-premise nos clientes da companhia, mas o primeiro cliente logo indicou a preferência por ter acesso à solução como serviço. Para atendê-lo, a Digitalcomm contratou um provedor e, depois, a cada novo cliente, um novo contrato era estabelecido.

“Nos últimos quatro anos, acumulamos vários contratos com diferentes fornecedores em nuvem e isso foi se tornando complexo. Há um ano, decidimos consolidar nossas ofertas em um único fornecedor”, lembra. Inicialmente, a companhia avaliou a aquisição de uma infraestrutura para a realização de colocation, mas a ideia foi deixada de lado diante da possibilidade de se utilizar a plataforma OpenStack como serviço.

Flexibilidade, robustez e inúmeras possibilidades de gerenciamento em uma única plataforma

Barbosa lembra que, ao pesquisar no mercado as opções para a consolidação de suas ofertas, ficou impressionado com as possibilidades de gerenciamento oferecidas pela plataforma OpenStack, baseada em tecnologia Intel®. “Foi o que mais nos chamou a atenção. A tecnologia nos permite usar recursos que vão muito além do desempenho das máquinas”, ressalta, citando como exemplo a possibilidade de criar redes privadas e subnets e de fazer o balanceamento de carga de seus servidores sem a necessidade de acionar o suporte. “O gerenciamento foi o principal fator para a escolha da tecnologia. Para nós, o OpenStack caiu como uma luva”, diz.“A partir desse momento precisávamos procurar um fornecedor. Nós já tínhamos uma relação de anos com o UOL DIVEO por conta de um cliente comum. Como o relacionamento era muito bom, nós os procuramos e vimos que eles poderiam nos atender”, lembra.

“O UOL DIVEO é uma empresa Multicloud e dá uma visão agnóstica de qual nuvem é melhor para cada demanda dos clientes. No caso da Digitalcomm, a plataforma OpenStack atendia a todos os requisitos do cliente, por isso não tínhamos dúvida de que uma única nuvem era a solução que eles precisavam”, afirma a diretora comercial do UOL DIVEO, Debora Bortolasi. O UOL DIVEO também atendia uma premissa básica do cliente: ser uma empresa nacional, que garantisse atendimento pessoal quando fosse necessário.

Para a oferta de nuvens baseadas na plataforma OpenStack, o UOL DIVEO conta com a parceria da Intel®. Com essa parceria, o UOL DIVEO desenvolveu uma estrutura de nuvem baseada em OpenStack e com solução de storage desenvolvida sobre SSDs Intel® e Ceph, solução de armazenamento definida por software. A Intel® esteve presente desde o desenho da arquitetura da nova plataforma e também na disponibilização de softwares utilizados para a otimização do ambiente.

O contrato com o UOL DIVEO foi fechado em 2016. Barbosa lembra que, nos primeiros três meses, não levou nenhuma operação para a nova nuvem. O período foi utilizado para que sua equipe tomasse conhecimento da nova plataforma. Após isso, migrou a primeira operação a qual foram seguidas por mais 2 operações de grande porte. “Em todas elas a resposta foi muito boa, o que nos permitiu começar a utilizar cada vez mais recursos da nova plataforma”, lembra.

Agora a Digitalcomm prepara a migração de seus demais clientes, que será feita à medida que vencerem os contratos com seus atuais fornecedores de nuvem. “Venceu o contrato, migramos para a nuvem OpenStack”, ressalta. Escalabilidade e confiabilidade elevam nível de serviço e satisfação dos clientes Hoje, a nuvem OpenStack da Digitalcomm no UOL DIVEO é formada por oito servidores virtuais, baseados em processadores Intel® Xeon®. De acordo com Barbosa, acompanhando a estratégia de migrações, este número deve chegar a 20 máquinas até o final de 2017 e a 50 máquinas em 2018. “Para nós, a OpenStack é nosso data center. Temos ali um mini data center que conseguimos gerenciar de acordo com nossas necessidades”, diz. A este conjunto soma-se também o uso da solução de armazenamento SSD da Intel®. Aylton Teti, gerente de desenvolvimento de negócios da Intel®, lembra que os SSDs da família Data Center são os ideais para este tipo de projeto. “São os únicos que apresentam consistência de performance, garantia de durabilidade e proteção contra a ruptura de dados”, afirma. Barbosa diz que o crescimento da Digitalcomm não se dará somente por conta das migrações dos clientes da companhia. Ele lembra que, a partir do ano que vem, a companhia deve migrar também sua estrutura (sistema de gestão, sistema de abertura de chamados, e-mail etc.) para a nuvem UOL DIVEO. “Vou migrar todo o ERP porque o OpenStack me permite segregá-lo em uma subrede separada. Isso a plataforma nos entrega muito bem”.

Outro benefício destacado por Barbosa foi a escalabilidade conquistada. “Melhorou muito o nosso nível de serviço. Poder escalar e atender novos clientes rapidamente e de forma simples agora é um diferencial de nosso negócio”, diz. Outro fator destacado é o nível de automação oferecido pela plataforma OpenStack do UOL DIVEO, que permite subir uma nova máquina ou realizar atualizações sem qualquer impacto na operação. “Para os nossos clientes, a sensação é de que eliminamos as paradas programadas. Isso porque a OpenStack permite fazer a gestão de atualizações sem paradas”, ressalta. O executivo destaca também os benefícios do relacionamento mantido com o UOL DIVEO. “Estamos tremendamente satisfeitos com o nível de serviço que nos entregam. Nos sentimos amparados e certos de que poder contar com um atendimento pessoal é um tremendo diferencial”, afirma.

Veja também

Blog

Omnichannel 2018: 4 tendências para priorizar

Com a retomada do crescimento da economia, muitos varejistas estão colocando de volta à mesa projetos que estavam parados desde 2015, no auge da crise.

04.01.2018
SAIBA MAIS

7 problemas que podem colocar em risco as vendas no varejo

Realizar um pagamento via aplicativo, fazer check-in antes do voo, comprar ingressos para o cinema ou pedir um táxi…

19.12.2017
SAIBA MAIS

Criatividade empírica: como ela influencia os resultados da sua empresa?

Quantas vezes você se sentiu motivado por uma ideia inovadora e apostou de olhos fechados, sem fazer uma análise minuciosa de como e do quanto sua ideia traria de retorno para sua companhia?

14.12.2017
SAIBA MAIS

Por que experimentar é tão importante em projetos complexos?

O projeto é grande, envolve muitos colaboradores e exige resultados rápidos e assertivos.

13.12.2017
SAIBA MAIS

8 lições de Jim Collins para inovar nos negócios

“A inovação tem um papel significativo no desempenho das empresas, mas não da maneira esperada. Quem tem mais patentes não é necessariamente o mais bem-sucedido”.

12.12.2017
SAIBA MAIS

© 1996 - 2018 UOL - Todos os direitos reservados

© 1996 - 2018 UOL - Todos os direitos reservados